Conheça As Lindas Vinícolas Do Uruguai

03/04/2019


Além de produzir ótimos vinhos as vinícolas são pontos turísticos

 

      O Uruguai é um país que já conquistou a boa fama de produtor de vinhos de ótima qualidade. Conhecido principalmente pela uva tannat, de origem francesa. O fruto foi muito bem adaptado pelos viticultores uruguaios e hoje é referência de bons vinhos produzidos com essa uva. Mas não são só a uva e o vinho que podem ser apreciados nas vinícolas do Uruguai. A alguns anos surgiu o termo enoturismo, para designar um segmento da atividade turística que se baseia na viagem motivada pela apreciação do sabor e aroma dos vinhos e das tradições e cultura da localidades que produzem esta bebida. O enoturismo envolve o visitante na cultura e nos detalhes da bebida. Além disso as vinícolas do Uruguai são famosas pelas belezas naturais e de arquitetura. A seguir conheça um pouco mais sobre os vinhos uruguaios e suas vinícolas.

      A localização do Uruguai é privilegiada. Seus vinhedos estão na mesma latitude de Mendoza, África do Sul e Nova Zelândia, locais importantes de produção. Por si a localização geográfica já beneficia a produção de bons vinhos. O clima predominante é temperado e úmido pois o país está cercado de água. Com sol o ano todo e temperaturas médias de 18º, o Uruguai tem verões mais quentes e chuvosos, condições ideias para os vinhedos.

      Por volta de 1870 a uva tannat foi introduzida no Uruguai. Diversas castas foram testadas neste período e a uva que mais de adaptou foi a tannat, de origem francesa. Porém foi 100 anos depois que as técnicas de produção foram mais elaboradas. Assim o Uruguai começou a ser reconhecido como um importante exportador de vinhos de excelente qualidade. As condições únicas de seu terroir fazem com que os vinhos uruguaios tenham condições que o diferenciam de outros vinhos produzidos em vinícolas do Chile ou na Argentina, por exemplo.

     Outro ponto de destaque é que a uva tannat tem uma adstringência alta e portanto o ponto correto de colheita é muito importante. O momento certo definirá o perfeito equilíbrio de açúcar e acidez da uva, para que o vinho produzido seja o melhor possível.

     Três regiões se destacam como produtoras de vinhos de alta qualidade. São elas: Canelones, próxima à capital Montevidéu, Colônia, região onde está localizada a cidade Colonia Del Sacramento e Maldonado, próxima a cidade praiana mais famosa do Uruguai, Punta Del Este. Conheça agora algumas vinícolas dessas regiões, que recebem turistas de todo o mundo para apreciar suas atrações. Belas construções, natureza rica e deliciosas uvas e vinhos esperam os visitantes.

 

Establecimiento Juanicó - fica na região de Canelones e é hoje a maior vinícola do Uruguai, com uma produção de mais de 30 rótulos. É possível fazer visitas guiadas para conhecer a história do local e da família proprietária. Os turistas podem optar por diversos tipos de degustação e também almoçar no local. Você pode fazer sua reserva pelo site > juanico.com/reservar

 

Bodega Bouza - Bem próxima a Montevidéu, capital do Uruguai. Essa vinícola se caracteriza pelo ar bucólico. As ovelhas pastando trazem a sensação de se estar em uma fazenda. Além disso os visitantes podem conhecer a coleção de carros antigos do proprietário. Existem várias opções de degustação e um dos destaques é almoçar no restaurante da vinícola. Para saber mais visite > bodegabouza.com

 

Colinas Garzon - Na região de Maldonado, essa vinícola proporciona uma visita muito divertida. São oferecidas visitas guiadas de trator, passeios de bicicleta e até voo de balão. Para quem for visitar com crianças, existem opções de entretenimento infantil. A visita é coroada com a degustação de vinhos e azeites. Conheça melhor todas as opções acessando > colinasdegarzon.com

 

Gostou dessas sugestões? Além de degustar ótimos vinhos você faz um passeio inesquecível e divertido. Para brindar as vinícolas do Uruguai veja três sugestões de ótimos vinhos do país vizinho.

 

Elegido Tannat/Merlot - Vinho tinto da região de Canelones. Vinho de cor rubi com aromas de frutas vermelhas muito maduras. Em boca é seco, apresenta boa acidez, corpo médio, taninos macios e final harmônico.

 

Elegido Reserva - Sua origem é de Canelones e é produzido com as uvas tannat, Merlot, Cabernet Franc e Cabernet Sauvignon. Vinho de cor cereja, possui aromas de frutas maduras, baunilha e tostado. Em boca, é seco, com boa acidez, com taninos finos e final macio.

 

Carlos Montes Tannat Crianza - Também produzido na região de Canelones. Vinho cor rubi com aromas complexos e elegantes que lembram couro, café, tabaco, além de frutas vermelhas. Em boca, é intenso, sedoso e complexo, com taninos muito maduros e longo final. Amadurece por 12 meses em barrica de carvalho.



Vinho Casa Muito Bem Com Verão

27/03/2019


Esqueça o mito que o vinho é uma bebida apenas para dias frios

 

      Muitas vezes o vinho é associado com o inverno, dias chuvosos e até neve. Mas em um país de clima predominantemente quente como o Brasil, essas condições de temperatura não são abundantes. Então o bom apreciador de vinhos não teria muitas oportunidades de consumir sua bebida preferida. Mas isso é um mito que precisa ser deixado no passado. Saiba porque o vinho casa muito bem com qualquer clima, até mesmo com o calor do verão.

     Geralmente quando se fala de vinho para clima mais quente, logo se pensa nos vinhos brancos que podem ser bebidos gelados. Essa é claro uma ótima opção para quem gosta de tomar vinho durante todo o ano. Porém não são somente os brancos que combinam com as temperaturas quentes. O importante de se considerar na escolha do vinho é se ele é fresco. Mas o que define isso?

     Um vinho fresco tem acidez gostosa, pouco ou nenhum traço de madeira e nível alcoólico baixo. Mas algum grau de acidez é necessário para que haja perfeito equilíbrio e a degustação seja mais agradável. Por isso seguem abaixo algumas sugestões de vinhos frescos que podem ser apreciados no verão.

 

Rosés - Os vinhos rosé mais claros, produzidos com uvas provençais são ótimas opções. Esses vinhos têm baixa acidez, são bem frutados e uma coloração puxando para o salmão. Porém a cor pode variar muito de acordo com a região em que foi produzido. Um vinho rosé gelado combina muito bem se você estiver na praia e harmoniza com peixe e camarão, pratos que são perfeitos no verão.

 

Espumantes - Uma ótima opção para dias e noites quentes são os espumantes. Você pode dar preferência para espumantes menos pretensiosos. Não precisa ser da região de Champagne. Existem bons espumantes produzidos com a uva chardonnay, que possui menos intensidade e corpo. Invista em um balde com bastante gelo para conservar a garrafa nas condições ideais de temperatura.

 

Brancos - Os vinhos brancos já são uma opção clássica para o verão. Prefira os chardonnay ou sauvignon blanc. Os vinhos brancos do Chile são uma boa pedida. Escolha de reservas mais novas e beba frio. Casa muito bem com frutos do mar.

 

Tintos - Sim, os vinhos tintos também combinam com o calor. O ideal é escolher vinhos com baixos níveis alcoólicos, baixa acidez, taninos suaves e se for possível priorize os que não passaram por barris de carvalho. Experimente um vinho tinto produzida com uva merlot, você não vai se arrepender.

 

Fortificados - Estes vinhos recebem uma dose de aguardente vínica e por isso são mais “fortes”, pois possuem mais alcoól. Porém mesmo estes vinhos podem ser degustados no verão. Vinhos do Porto, Jerez ou Madeira são bons exemplos. Você pode degustar harmonizando o vinho com aperitivos salgados. Outra sugestão é o Porto Tonic, uma variação do famoso Gin Tonic, só que com vinho do Porto branco no lugar do gin.

 

    Agora que você já sabe que vários tipos de vinho combinam com o verão, veja algumas sugestões para você apreciar no calor.

 

Mar Merlot - Originário de Valle de Viedma na Patagônia argentina. Vinho de cor vermelho violáceo paladar de boa estrutura leve e aveludado.

 

Viu Manent Reserva EC Chardonnay - Vinho branco chileno. De cor amarelo brilhante e com notas esverdeadas, este vinho mostra aromas de frutas como maçã, melão, algumas frutas exóticas e sutis notas cítricas. Na boca tem bastante volume e é equilibrado, com frescor e muito frutado. Seu final é mineral e prazeroso.

 

Messias Bairrada - Vinho branco português da região de Bairrada. Vinho de aspecto brilhante e cor citrina esverdeada de intensidade pálida. Aroma intenso, com características florais e fruto cítrico ligeiro.Textura cremosa e vibrante. Seu final é fresco e muito agradável.

 

Charlotte Brut Branco - Espumante produzido na Serra Gaúcha. De cor amarelo clara e reflexos esverdeados, perlage fina e abundante. Aromas de flores brancas, frutas cítricas maduras, frutas cristalizadas e pão fresco. Amplo na boca, acidez e álcool equilibrados, leve, refrescante e cremoso.

 

Nederburg - Vinho rosé produzido na África do Sul. Possui notas de frutas vermelhas. Em boca é levemente suave e possui final agradável. Rosado e de coloração intensa e fechada, no paladar, um adocicado de geléia aparece de forma exuberante, traz acidez salivante que agrada . Apesar do intenso volume de fruta, apresenta frescor e bom corpo, que equilibram o conjunto.

 

 

 



Um Momento Mágico: A Importância Da Colheita Da Uva

24/03/2019


Saiba porque a vindima é um momento tão especial

 

      O nome escolhido para batizar nossa empresa tem um forte significado. La Vendimia significa colheita ou ato de colher em espanhol. Quando você estiver degustando um bom vinho, lembre-se que um dos pontos mais importantes do processo para se criar a bebida, é a colheita. Nesse artigo você vai entender porque essa etapa é tão relevante para a qualidade do vinho.

       A trajetória que a uva faz da parreira até a taça, é marcado por vários passos decisivos, que vão impactar na qualidade do vinho. A colheita se destaca por ser tradicionalmente um momento de celebração. É o momento de comemorar os meses de trabalho dedicado aos vinhedos. Simbolicamente a colheita é muito forte. Em países produtores de vinho como Espanha, Itália, Portugal, Alemanha, Argentina, Chile, entre outros as festas de vindima são grandes celebrações. Mas existem outros fatores que fazem a colheita ser tão importante.

       As uvas precisam estar no ponto correto de maturação para serem colhidas. Existe um ponto ideal em que a uva atinge os níveis de açúcares e ácidos adequados para a perfeita elaboração do vinho. Os bons produtores checam esses níveis periodicamente para saber a hora certa da colheita. Fatores climáticos e de solo podem interferir no processo, por isso é preciso estar muito atento. Conhecer bem o ciclo de vida da videira também é necessário. No outono as parreiras perdem suas folhas e  no inverno podem parecer mortas, mas estão em um processo chamado repouso hibernal. Ao chegar a primavera, é o momento do crescimento vegetativo, com a brotação, ramificação,  floração e frutificação. E então chega o verão e com ele o momento tão esperado pelo produtor: a colheita. As uvas estão maduras e estão em perfeitas condições para se transformarem em ótimos vinhos. Do início ao fim da colheita podem passar de dois a três meses. Tudo vai depender de fatores climáticos, o desenvolvimento das uvas, e de critérios definidos pelos produtores.

       Para amantes do vinho a colheita é um momento mágico. Inclusive algumas vinícolas hoje aproveitam este momento para receber turistas. Os visitantes podem caminhar entre as parreiras, sentir seus aromas e é degustar as uvas colhidas direto da videira. Viticultores, enólogos e adoradores do vinho comemoram a colheita em todo o mundo. A experiência de se ver um parreiral repleto de frutos maduros é emocionante.

     Com cada nova vindima, vem a oportunidade da criação de novos vinhos e espumantes. A renovação anual da parreira nos brinda com seus frutos, a celebração de muito trabalho e dedicação. A natureza mostra toda sua generosidade. E a grande recompensa final é o vinho exclusivo que cada vindima proporciona, pois um vinho nunca é igual ao outro assim como cada colheita traz uvas diferentes.

      Para todos os apreciadores do vinho proponho um brinde em honra da vindima. Que todo os anos ela continue a ser o momento maravilhoso de nascimento e celebração. Saúde!

 

Para o brinde temos algumas sugestões:

Corbelli Montepulciano - Vinho tinto da região de Abruzzo na Itália. Possui aromas florais de violeta e rosa e notas de especiarias podem ser sentidos pelo olfato. Em boca é um vinho robusto e com aromas que lembram alcatrão. Harmoniza com carnes vermelhas grelhadas, massa à bolonhesa ou queijos maturados, como Gruyère, Estepe, Provolone e Parmesão.

 

Antares - Originário de Valle Central no Chile. Amadurecido por 9 meses em barris de carvalho. Vinho com aroma de frutas vermelhas, como cerejas e framboesas, com notas delicadas de canela e cacau. Em boca, é redondo com taninos macios.

 

Monsaraz Doc - Vinho português produzido na região do Alentejo. De cor rubi com aroma de frutas vermelhas maduras, como amoras e groselhas, e baunilha. Em boca, seco, possui corpo médio, é macio e redondo. Harmoniza muito bem com carnes vermelhas grelhadas ou assadas.

 

Nuestro Roble - Vinho tinto produzido em Ribera Del Duero na Espanha. Elaborado com a Tempranillo (Tinta del País), de vinhas localizadas a 910 metros de altitude, com vinhedos de, em média, 20 anos. Apresenta aromas intensos de frutas vermelhas, ervas e um toque tostado. Em boca, prevalecem as frutas e os toques minerais. Amadurece por 6 meses em barricas de carvalho americano e francês e posteriormente permanece 6 meses em adega antes da comercialização.

 



Cadastre-se em nossa newsletter



Venda de Vinhos online
Venda de Vinhos online Venda de Vinhos online Venda de Vinhos online
Venda+de+Vinhos+online Venda de vinhos online